• 1
  • 2
Prev Next

Cardozo reafirma que campanha de Dilma foi feita de acordo c…

Cardozo reafirma que campanha de Dilma foi feita de acordo com a lei

Ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo O ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo, reafirmou ontem (30) que a campanha eleitoral da...

Read more

Redução da maioridade penal é rejeitada pela Câmara

Redução da maioridade penal é rejeitada pela Câmara

Foram 303 votos a favor, 184 contra e 3 abstenções Após mais de quatro horas de discussão, o plenário da Câmara...

Read more

Reajuste salarial de servidores do Judiciário é aprovado no …

Reajuste salarial de servidores do Judiciário é aprovado no Senado

Proposta foi negociada pelo senador Walter Pinheiro (PT-BA) O plenário do Senado aprovou hoje (30) o projeto de lei da Câmara...

Read more

Arthur Maia comemora aprovação de urgência para projeto que …

Arthur Maia comemora aprovação de urgência para projeto que altera regra de correção do FGTS

Líder do Solidariedade, deputado Arthur Oliveira Maia (BA) O líder do Solidariedade, deputado Arthur Oliveira Maia (BA), comemorou a aprovação do...

Read more

Governo se comprometeu a regularizar pagamentos do Minha Cas…

Governo se comprometeu a regularizar pagamentos do Minha Casa, diz CBIC

Foto: Reprodução/ GGN O governo federal se comprometeu a regularizar os pagamentos atrasados no programa Minha Casa, Minha Vida (MCMV) e...

Read more

Prefeitura de Porto Seguro pagou 50% a mais por Aviões do Fo…

Prefeitura de Porto Seguro pagou 50% a mais por Aviões do Forró

Foto: Divulgação O contrato da Prefeitura de Porto Seguro com a banda Aviões do Forró, publicado em abril no Diário Oficial...

Read more

Rui, Nilo e Josias almoçam com articulações no cardápio; LDO…

Rui, Nilo e Josias almoçam com articulações no cardápio; LDO pode ser votada nesta quarta

Almoço foi produtivo, segundo Nilo | Fotos: Montagem/ Bahia Notícias Um encontro entre o governador Rui Costa (PT), o presidente da...

Read more

Lobista que pagou R$ 400 mil de empresa de Dirceu faz delaçã…

Lobista que pagou R$ 400 mil de empresa de Dirceu faz delação e deixa prisão

 O lobista Milton Pascowitch, que atuava como operador de propinas da construtora Engevix Engenharia, fechou acordo de delação premiada com...

Read more

Sábado, 24 Agosto 2013 12:02

Quais são os direitos do consumidor inadimplente?

Escrito por 

No primeiro semestre deste ano a inadimplência do consumidor avançou 22,3% em relação ao mesmo período de 2012. Este aumento é o maior dos últimos nove anos, segundo o Indicador Serasa Experian de Inadimplência do Consumidor. Em comparação a junho do ano passado, o indicador avançou 29,8%, o que representa o maior aumento nesta avaliação desde maio de 2002.

Entretanto, mesmo inadimplente, o consumidor tem direitos e precisa ter conhecimento destes para se proteger de determinadas situações. Segundo a Dra. Gisele Friso advogada e consultora jurídica na G.Friso Consultoria Jurídica, especializada em Direito do Consumidor e Direito Eletrônico, o consumidor, ao ser cobrado por suas dívidas, não pode ser exposto ao ridículo nem ser submetido a qualquer tipo de ameaça ou constrangimento ilegal. Atitudes como deixar recados com parentes, vizinhos ou colegas de trabalho para entrar em contato com a empresa de cobrança podem caracterizar constrangimento.

A advogada ressalta que os direitos do consumidor inadimplente estão previstos no Código de Defesa do Consumidor. Segundo ela, há uma seção dentro do Capítulo IV, que trata das Práticas Comerciais, a Seção V, específica para cuidar da cobrança de dívidas. "Nesta Seção, os artigos 42 e 42-A estabelecem as regras para esta cobrança, como a não exposição ao ridículo, ao constrangimento ou ameaça, a devolução em dobro do valor cobrado indevidamente e a obrigatoriedade de informar o consumidor sobre os dados do fornecedor que o está cobrando em todos os documentos de cobrança", detalha ela.

Nos casos de cobranças que geram constrangimentos ao consumidor, a empresa cobradora pode ser processada por danos morais. Além disso, cobrar dívidas que já estão quitadas, como muitas vezes ocorre por conta de problemas no sistema de baixa de débitos das empresas, pode gerar condenação da devolução em dobro do valor pago indevidamente. "Outro ponto importante é que, em caso de o fornecedor contratar uma empresa de cobrança terceirizada e ela cometer eventuais abusos contra o consumidor, quem responderá por isso será o próprio fornecedor", ressalta a advogada

Ler 358 vezes
Ribeiro Souza

Site: www.rfnoticias.com

Deixe um comentário

Certifique-se que coloca as informações (*) requerido onde indicado. Código HTML não é permitido.