• 1
  • 2
Prev Next

Oposição na Alba monta agenda para fisca­lizar obras paralis…

Oposição na Alba monta agenda para fisca­lizar obras paralisadas  Foto: Ascom

 Durante reunião realizada nesta segunda-feira, 03, primeiro dia de trabalho após o recesso parlamentar, a bancada de Oposição na Assembleia...

Read more

Ex-prefeito de Salvador, João Henrique filia-se ao PR

Ex-prefeito de Salvador, João Henrique filia-se ao PR

Ex-prefeito de Salvador João Henrique O ex-prefeito de Salvador João Henrique oficializou hoje sua filiação ao PR. Ele ingressou na legenda...

Read more

Geddel vai a Brasília defender rompimento com PT e lamenta p…

Geddel vai a Brasília defender rompimento com PT e lamenta prisão de Dirceu: ‘fico triste’

Foto: Divulgação/ PMDB Defensor ferrenho do afastamento do PMDB do governo federal, o presidente do partido na Bahia, Geddel Vieira Lima...

Read more

Cunha diz que Câmara interpelará judicialmente ex-advogada

Cunha diz que Câmara interpelará judicialmente ex-advogada

O Presidente da Câmara, deputado Eduardo Cunha (PMDB-RJ), usou neste sábado (1º) sua conta no Twitter para informar que determinarà à Procuradoria...

Read more

Ronaldinho estreia bem, Flu bate Grêmio no RJ e volta ao G-4

Ronaldinho estreia bem, Flu bate Grêmio no RJ e volta ao G-4

 gol de Ronaldinho tornaria a estreia do novo camisa 10 do Fluminense melhor. Em um Maracanã cheio, o time bateu...

Read more

Superávit primário para este ano é um desafio, diz Joaquim L…

Superávit primário para este ano é um desafio, diz Joaquim Levy

Ministro da Fazenda, Joaquim Levy O ministro da Fazenda, Joaquim Levy, disse ontem (30) que o governo tem um desafio em...

Read more

PGR questiona uso de depósitos judiciais em MG; projeto de l…

PGR questiona uso de depósitos judiciais em MG; projeto de lei similar foi aprovado na BA

Pimentel e Costa tentam utilizar depósitos judiciais | Foto: Fotos Públicas A lei que autoriza o uso de depósitos judiciais pelo governo...

Read more

Professor da FGV diz que Dilma foi ‘infeliz’ ao atribuir que…

Professor da FGV diz que Dilma foi ‘infeliz’ ao atribuir queda do PIB à Lava Jato

Presidente Dilma Rousseff O economista Marcos Fernandes, coordenador da Escola de Economia da Fundação Getulio Vargas de São Paulo (FGV-SP), afirmou...

Read more

Pouco depois das 18h desta segunda-feira, dois acidentes envolvendo carro e moto foram registrados na Rua Reinaldo Jacobina Vieira, Bairro da Estação.
 
O primeiro acidente foi registrado próximo ao Ginásio de Esportes, onde um veículo Gol colidiu com uma moto, deixando um casal ferido, identificados como Valgério da Cruz Alencar, 23 anos, e Eliogéssica Oliveira Barreto de Alencar, 20 anos. O veículo Gol prata envolvido da colisão evadiu-se do local e está sendo procurado.
Por volta das 19h o Samu 192 socorreu as duas vítimas para a emergência do Hospital Antônio Teixeira Sobrinho. Segundo informações, o condutor da moto  Valgério seguiu com escoriações e suspeita de fratura na perna esquerda, já a sua esposa Eliogéssica sofreu escoriações pelo corpo e uma forte pancada na cabeça.

Ao que indica, o outro acidente próximo ao Derba na mesma rua, foi de pequena proporção, pois quando a nossa reportagem chegou ao local, já não encontrou nenhum dos envolvidos.
Fonte: Augusto Urgente!
 Foto: Bahia Acontece.

O ministro Luís Roberto Barroso, do Supremo Tribunal Federal (STF), autorizou nesta segunda-feira, 3, a transferência do ex-ministro da Casa Civil José Dirceu, preso nesta manhã na Operação Lava Jato, de Brasília para Curitiba (PR). “Defiro o pedido para o fim de colocar o sentenciado José Dirceu de Oliveira e Silva à disposição do Juízo da 13ª Vara Federal, Subseção Judiciária de Curitiba”, decidiu Barroso. Preso nesta manhã na 17ª fase da Lava Jato, Dirceu cumpre no Distrito Federal prisão domiciliar em razão da condenação por corrupção ativa no processo do mensalão. Por isso, para ser transferido de Estado, é necessária a autorização de Barroso, relator das execuções penais do mensalão no STF. O juiz Sérgio Moro, da 13ª Vara Federal Criminal em Curitiba, responsável pela Lava Jato, solicitou ao STF a transferência. “Como as investigações e processos tramitam em Curitiba, seria importante, contudo, a sua remoção para a carceragem da Polícia Federal em Curitiba”, escreveu o juiz. Barroso disse entender “que a concentração dos atos de apuração criminal no foro do Juízo que supervisiona o inquérito é perfeitamente justificável, na medida em que é lá que se encontram em curso as investigações envolvendo as condutas imputadas ao sentenciado”. Ainda não há confirmação da Polícia Federal sobre quando Dirceu deve ser transferido. Existe a possibilidade de que ele passe a noite em Brasília e só seja levado a Curitiba amanhã. A defesa de Dirceu tentou evitar a transferência do ex-ministro, alegando que é “totalmente desnecessário” levá-lo para o Paraná. O criminalista Roberto Podval, que defende o ex-ministro, afirmou que Dirceu se dispôs a prestar esclarecimentos a Moro sobre suposto envolvimento na Lava Jato e que, na ocasião, um delegado de polícia disse que não era necessário o deslocamento. Barroso já havia autorizado, em abril, o ex-deputado Pedro Corrêa (PP-PE), também condenado no mensalão, a ser transferido de presídio em Pernambuco onde cumpria pena para Curitiba, em razão de decreto de prisão preventiva no âmbito da Lava Jato.

IMG-20150803-WA0042[1]

Polícia Militar prende drogas no centro de Campo Formoso 

No dia 1º de agosto, após levantamento do NI da 54ª CIPM, oficial de operações acompanhado da Guarnição do PETO realizou diligência no sentido de averiguar suspeita de tráfico de drogas à Rua domingos Dantas,122, Centro. No local foi encontrada uma balança de precisão, aproximadamente 1 kg (um quilo) de maconha e 4 papelotes de substância aparentado ser cocaína, sendo conduzido: Ronaldo Rodrigues de Souza.

PM combate tráfico de drogas em Campo Formoso

Durante ronda no bairro São Francisco, a PM, flagrou João Marcelo (camisa verde) com uma pequena quantidade de maconha, e havia comprado na mão de Artur Carvalho (camisa preta), e que tinha costume de comprar ao mesmo, foi feita diligência Artur foi preso e os dois foram conduzidos a DEPOL para providências cabíveis.
.

ASCOM 54ª Cia


Estudo com camundongos provou a relação entre bactérias do intestino e alterações psicológicas
Foto: ROBERT F. BUKATY / APRIO - Bactérias do intestino têm um papel importante na indução de ansiedade e depressão, segundo um estudo da Universidade McMaster, no Canadá, publicado nesta terça-feira na revista “Nature Communications”. O estudo explora pela primeira vez a relação da microbiota intestinal com os comportamentos decorrentes do estresse.

— Mostramos pela primeira vez esta relação que envolve não só a bactéria, mas também seu ambiente — explica Premysl Bercik, autor do estudo e professor associado de medicina da McMaster.

Neste estudo, os pesquisadores submeteram camundongos recém-nascidos ao estresse separando-os de suas mães durante três horas por dia, do terceiro ao 21º dia de nascimento. Primeiro, Bercik e equipe confirmaram que camundongos normais (os de controle, com complexa microbiota) apresentavam comportamentos parecidos com ansiedade e depressão quando separados das mães, além de apresentar níveis anormais do hormônio corticosterona. Estes ratos também tiveram disfunção intestinal a partir da liberação de um neurotransmissor importante, a acetilcolina. Em seguida, eles repetiram o mesmo experimento em condições livres de germes e descobriram que, na ausência de bactérias, os ratos separados das mães apresentavam os mesmos níveis de corticosterona e a disfunção intestinal, mas sem sinais de ansiedade ou depressão.Depois, os pesquisadores descobriram que quando os ratos livres de germes maternalmente separados eram colonizados com bactérias de ratinhos de controle, a composição bacteriana e a atividade metabólica pareciam alteradas por várias semanas, e os ratinhos começaram a apresentar ansiedade e depressão.Bercik acredita que este é mais um passo na compreensão de como microbiota pode moldar o comportamento do hospedeiro e que isso pode estender as observações originais no campo de transtornos psiquiátricos.— Seria importante determinar se isto também se aplica aos seres humanos: se podemos, por exemplo, detectar perfis de microbiota anormais ou atividade metabólica microbiana diferente em pacientes com transtornos psiquiátricos primários, como ansiedade e depressão.

 


Parte do dinheiro encontrado escondido em carro que pegou fogo na Via Dutra
Foto: PRF / DivulgaçãoBARRA MANSA — Foi identificado como José Rodrigo da Costa, pastor da Igreja Universal do Reino de Deus, o dono do Mitsubishi Airtreck, placa MQS-6870 (SP), que pegou fogo no dia 1º deste mês, na Via Dutra, em Barra Mansa, no Sul Fluminense. Na ocasião, o veículo foi abandonado quando estava em chamas, e mais de R$ 100 mil que estavam no motor do automóvel foram queimados parcialmente.

O nome do pastor foi revelado pelo comerciante Emerson Pereira, de 32 anos, dono de uma revendedora de veículos Barut, localizada no bairro da Freguesia do Ó, na capital paulista. Ele esteve recentemente na 90ª DP (Barra Mansa), onde prestou depoimento ao delegado adjunto Michel Floroschk, que investiga o caso.

O comerciante comentou com o radialista Tico Balanço, da Rádio Sul Fluminense, após o depoimento, que o pastor comprou o carro na agência dele no dia 30 de junho. Ainda segundo Emerson, o pastor disse que viajaria no outro dia para o Rio, onde, com dinheiro do dízimo dos fiéis, ia montar uma igreja.

A polícia não tem mais dúvida da procedência do dinheiro. Foram encontradas cédulas de R$ 2, R$ 5, e R$ 50 — fato que fez com que o policial rodoviário federal Carlos Fernandes Nogueira suspeitasse na época que o dinheiro fosse de traficante. A polícia chegou ao dono da agência de veículos por meio da placa do veículo. Emerson disse que o pastor adquiriu o carro à vista, em dinheiro.

A transferência de propriedade ainda não tinha sido providenciada. O carro foi encontrado pegando fogo no km 276 da estrada, próximo a Barra Mansa, por bombeiros que foram acionados pela Concessionária Nova Dutra, que administra a rodovia. Testemunhas viram quando duas pessoas tentaram conter o fogo e fugiram diante da aproximação dos bombeiros. Eles entraram num carro que estava parado na outra pista da rodovia, sentido Rio.

A polícia agora tenta localizar o comprador. O delegado disse que pretendem descobrir por que o dinheiro estava escondido dentro do motor do veículo e também por que o suposto pastor fugiu abandonando o carro importado.

O veículo foi levado para o pátio da delegacia de Barra Mansa, onde foi periciado junto com as cédulas. A polícia também aguarda o resultado do laudo do Instituto de Criminalística Carlos Éboli (ICCE).

 

Andrea Trindade

Líder de chacina no presídio de Feira de Santana é incluído no Baralho do CrimeAcusado de homicídios, de comandar vários pontos de tráfico de drogas e de ter liderado a chacina no Conjunto Penal de Feira de Santana em maio deste ano, Ronílson Oliveira de Jesus, o “Rafael”, “Coroa” ou “Zeca”, é o novo Valete de Ouros do Baralho do Crime, criado pela Secretaria de Segurança Pública para ajudar na localização dos criminosos mais procurados do estado.

A foto de Rafael substitui a de Romário de Oliveira Brito, que está preso no Complexo Penitenciário de Eunápolis, respondendo a processos por tráfico de drogas, homicídio e formação de quadrilha. Rafael está foragido e, de acordo com o delegado João Rodrigo Uzzum, coordenador regional de Polícia (1ª Coorpin), a rebelião foi provocada por disputa pelo tráfico de drogas, dentro do presídio.

“O indivíduo de alcunha Aroldinho controlava todo o tráfico de entorpecentes dentro do presídio em todos os pavilhões angariando uma grande quantidade de dinheiro e entrou em disputa com Rafael, que já foi seu comparsa. Eles inclusive já foram presos por terem roubado juntos um banco há alguns anos na cidade de Utinga, depois eles se distanciaram e brigaram em razão do tráfico de drogas. Rafael quer dominar o tráfico dentro dos presídios, ele faz parte da facção criminosa intitulada Caveiras, e representa essa facção em Feira de Santana. Ele queria dominar o tráfico no presídio, mas Aroldinho não permitiu e isso culminou na chacina que nos deparamos aí”, detalhou o delegado.

Um dos nove mortos na rebelião foi Alisson Rodrigues Oliveira, acusado de ter mandado matar o adolescente Gabriel, que foi torturado, degolado e teve escrito com faca nas costas a sigla AL. Segundo o delegado, Alisson foi morto porque era um dos seguidores de Aroldinho, e foi determinado por Rafael, mentor da chacina, que ele fosse morto por causa da aproximação dele com o rival.

“Certamente Rafael queria que estivessem mortas todas as pessoas ligadas a Aroldinho. Rafael está sendo procurado e a polícia acredita que ele continua comandando o tráfico, através desta facção que domina diversos pontos de drogas em Feira de Santana e em Salvador, na área de Itapoã. Não acredito que atualmente ele esteja em Feira”, disse. 

Com informações do repórter Aldo Matos do Acorda Cidade

Sábado, 01 Agosto 2015 21:31

Dois falsos policiais são presos em Esplanada

Escrito por
Dois falsos policiais são presos em EsplanadaFoto: Divulgação

Uma ação conjunta das polícias Civil e Militar, em Esplanada, distante 166 quilômetros de Salvador, prendeu, nesta quinta-feira (30), Edvan Freitas dos Santos e Edicarlos Santos de Jesus, que de acordo com a Polícia Civil estavam se passando por policiais no povoado de São José do Mocambo.

A dupla foi denunciada à Delegacia Territorial da cidade por moradores que acusaram os dois, armados e trajando fardas, de ameaçar e agir com violência na região. O delegado titular Wagner Marinho e o tenente PM Magalhães foram ao local e constataram o fato.

Uma arma de fabricação caseira, munição calibre 20, colete antibalístico, cassetetes, fardas, algema, uma motocicleta NX-200, sem placa policial, e distintivos da PM-Ba e do Exército foram apreendidos com os dois acusados

O delegado Wagner Marinho autuou Edvan e Edcarlos por porte de arma de fogo, uso de documentos falsos e usurpação de função pública. Ambos encontram-se agora custodiados na DT/Esplanada, à disposição da Justiça. O material apreendido seguiu para perícia no Departamento de Polícia Técnica (DPT).

Alunos(a) do distrito de Vila Cardoso

Os frutos de uma administração que pensa em transformar a vida das pessoas para melhor, aparece nos sorrisos daqueles que são beneficiados em todas as áreas. Em Caldeirão Grande, o Governo Ação e Trabalho, que tem construído obras importantes e que tem feito a maior revolução na área de educação, demostra também, que uma das metas que vem trazendo grandes resultados, é o investimento nas pessoas, através de cursos que são oferecidos pela Secretaria de Assistência Social e pelo Cras. Com foco no desenvolvimento cultural, o município tem investido na formação de novos artistas, nas áreas de artesanato e musica. Os cursos são ministrados na sede e na zona rural, fazendo com que dezenas de jovens aprendizes, possam sonhar com uma carreira profissional de sucesso. Ao oferecer essa condição de aprendizagem , a administração do Governo Ação e Trabalho, demostra total preocupação com o futuro de nossa juventude e sonha ao lado de todos, que Caldeirão Grande possa se transformar no maior celeiro cultural de toda região.

O Tribunal Regional Eleitoral da Bahia (TREBA) reprovou a prestação de contas da campanha de Cecília Petrina de Carvalho.Relator do processo, o Juiz Cláudio Cézare Braga Pereira apresentou, ontem (30/07/2015), voto pela rejeição das contas, tornando Cecília Petrina inelegível pelos próximos quatro anos.

Ex-prefeita de Itiúba, e candidata a deputada estadual em 2014 pelo PT, Cecília Petrina obteve um pouco mais de 12 mil votos (0,18%) na última eleição em toda a Bahia. A principal base política de Cecília é a cidade de Itiúba, local em que atua como advogada. Acesse o link com o resultado do Julgamento:Por:Abelhanews



 

 O senador Romário (PSB-RJ), presidente da CPI do Futebol, disse que não convocará José Maria Marin para depor em Brasília nem aceitará que alguém sugira que o ex-presidente da CBF seja enviado pela Suíça para ser ouvido aqui. Seu temor é de que, ao pisar em solo brasileiro, Marin se livre de ser extraditado para os Estados Unidos. “Se eu receber um requerimento para ouvi-lo aqui vou rasgá-l0 em público”.Romário revelou que a proposta que a CPI fará é de que Marin seja ouvido na prisão em que está desde o dia 27 de maio. “Vamos montar uma missão e viajar até Zurique para isso. Mas não queremos que Marin volte ao Brasil. Sabemos o que vai ocorrer se ele viajar”, disse, sugerindo que tudo não passaria de uma manobra para conseguir o retorno do dirigente ao País. “Pode ter certeza de que quem fizer esse requerimento está recebendo algo por fora”.A situação muda de figura quando se trata de Marco Polo Del Nero e Ricardo Teixeira, que estão no Brasil – o atual presidente da CBF não deixa o País desde que voltou às pressas da Suíça um dia após a prisão de Marin e um antes da votação que determinaria quem seria o presidente da Fifa. Ele não pôs os pés no Chile durante a Copa América, não foi ao Mundial Sub-20, ao Mundial Feminino e aos Jogos Pan-Americanos e também se ausentou do sorteio que definiu a tabela das Eliminatórias para a Copa do Mundo de 2018 realizado no sábado passado na Rússia. Tanto Del Nero como Teixeira serão convocados para ir a Brasília.

Estadão Conteúdo

 O senador e presidente do PSD na Bahia, Otto Alencar esclarece, por meio de nota enviada à imprensa, que a decisão sobre aliança na cidade de Irecê só pode ser tomada pela Comissão Provisória Municipal do partido. Na última quarta-feira (29), em entrevista à uma rádio local de Irecê, o deputado José Carlos Araújo (PSD-BA), presidente do Conselho de Ética da Câmara Federal e Coordenador da Bancada Federal, afirmou que “em Irecê o PSD vai buscar honrar ainda mais os eleitores da cidade e chega para fortalecer a administração municipal”. Sobre a informação, o senador esclarece que não existe nenhuma decisão tomada neste sentido. “Ocorreu uma conversa preliminar a respeito deste assunto. Nada foi definido. Qualquer decisão cabe e só poderá ser tomada exclusivamente pela Comissão Provisória Municipal do PSD de Irecê”, finaliza a nota.

31 de julho é o último dia para os TREs do País julgarem as prestações de contas

Em Sessão de Julgamento realizada na manhã de hoje (30/7), os membros da Corte do Tribunal Regional Eleitoral da Bahia concluíram os julgamentos das prestações de contas de campanha eleitoral dos 936 candidatos não eleitos que disputaram as Eleições Gerais 2014 pelo Estado. Os cargos foram para Governador, Senador, Deputado Federal e Deputado Estadual. De acordo com o Calendário Eleitoral do TSE, o prazo para os Tribunais Regionais Eleitorais concluírem os julgamentos encerra amanhã, 31 de julho. Segundo informações da Coordenadoria de Apoio Processual do TRE-BA, considerando todos os candidatos que concorreram às Eleições 2014, 275 tiveram as contas desaprovadas, 64 as contas aprovadas e 357 foram aprovadas com ressalvas (quando verificadas falhas que não lhes comprometam a regularidade) pelo Tribunal. Além disso, outros 346 concorrentes aos cargos não cumpriram com a obrigação eleitoral, e suas contas foram declaradas não prestadas. As contas dos candidatos eleitos foram apreciadas no final do ano passado. Os julgamentos pela Corte ocorreram depois de as contas terem sido analisadas pela Coordenadoria de Contas Eleitorais e Partidárias do Regional e receberem parecer do Ministério Público, através da Procuradoria Regional Eleitoral (PRE). Aqueles que não prestaram contas ficam inadimplentes com a Justiça Eleitoral, sem poder retirar a certidão de quitação (documento necessário para o pedido de registro de candidatura eleitoral) por 4 anos. Já os postulantes que tiveram as contas desaprovadas estão sujeitos à investigação a ser realizada pela PRE, que analisará se houve algum crime eleitoral praticado durante as respectivas campanhas.

Presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ)

O presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), rebateu no início da noite desta quinta-feira, 30, as justificativas dadas mais cedo pela presidente Dilma Rousseff para justificar a governadores a crise econômica vivida no País. A presidente da República havia atribuído a crise a fatores externos como o colapso no preço das commodities e a desvalorização da moeda, impactando os preços e a inflação. Cunha disse que o governo “errou”. “Não acho que o problema esteja simplesmente nos preços das commodities. Os preços das commodities caíram, mas o dólar subiu bastante. A queda real de remuneração da commodity, se caiu um terço do preço, o dólar subiu o dobro. Então, você teve uma perda de uns 20%, 25%. Então, isso não é o causador. O Brasil tinha saldos muito grandes de balança comercial. Talvez o Brasil tenha errado por estar sem produtos competitivos e está com uma pauta de exportação muito restrita às próprias commodities”, afirmou o presidente da Câmara. Cunha também disse que a elevação da inflação se deve aos preços administrados pelo governo, como o da energia elétrica. “O governo é que errou e, de certa forma, o erro foi pago na forma de inflação. Isso não é culpa de conjuntura internacional. A crise internacional foi a de 2008, que, aparentemente, foi superada pelo Brasil”, disse o peemedebista. Ao comentar o pedido de cooperação feito pela presidente aos governadores, Cunha aproveitou para alfinetar o Planalto. “Quando fizeram grande parte dos benefícios fiscais de (isenção) IPI, afetava o FPE (Fundo de Participação dos Estados), o FPM (Fundo de Participação dos Municípios). Quando você colocou o aumento do magistério acima da inflação sem repassar os recursos por portaria, também se afetou os Estados e municípios pequenos. É importante que todos estejam imbuídos para não colocar despesa para os outros e tentar, juntos, que não seja aumentada despesa, principalmente num momento difícil como este”. Quanto ao mea culpa feito pela presidente Dilma pelo não cumprimento de algumas promessas de campanha, Cunha voltou a criticá-la. “Cada um sabe a razão pela qual prometeu e sabia as condições pelas quais achava que podia cumprir o que prometeu”, afirmou.

Ministro-chefe da Casa Civil, Aloízio Mercadante, acompanhado de governadores, fala à imprensa após reunião com a presidenta Dilma Rousseff, no Palácio da Alvorada

Os governadores de todos os estados do país que se reuniram ontem (30) com a presidenta Dilma Rousseff, no Palácio da Alvorada, comprometeram-se a ajudar o governo a evitar a aprovação das chamadas pautas-bombas, projetos em tramitação no Congresso Nacional que, segundo o Executivo, podem gerar gastos adicionais, comprometendo o ajuste fiscal. “Há um compromisso com a governabilidade, apoio ao ajuste fiscal para que seja votado e produza efeitos na economia e restabeleça o crescimento econômico e a geração de empregos. Apoio no combate à pauta-bomba, como o fator previdenciário, que impacta a previdência nos estados e apoio ao veto ao aumento do Judiciário, “disse o governador de Santa Catarina, Raimundo Colombo (PSD), que falou em nome dos governadores dos estados da Região Sul. O apoio ao esforço do governo em evitar o aumento de gastos com matérias aprovadas no Congresso também foi expresso pelo governador do Maranhão, Flávio Dino (PCdoB) que falou em nome dos governadores da Amazônia Legal. Segundo ele, a reunião serviu, entre outras coisas, para manifestar “solidariedade e compromisso com as bancadas relativo às pautas- bombas, para que não haja votação de leis que aumentem as despesas públicas sem a correspondente receita e que cause mais crise no país”. Leia mais na Agência Brasil.

Luciano Nascimento, Agência Brasil

10371423_1570936886461911_4191785731876611294_n

Um homem identificado como Fábio Guimarães, 34 anos, foi executado a tiros na madrugada desta quinta-feira (30), na cidade de Nordestina, próximo à Câmara de Vereadores. A vítima foi executada em frente a casa onde morava. Segundo informações publicadas no site site Portal de Notícias, o homem era natural do município de Queimadas e tinha várias passagens pela polícia. Autoria e motivação do crime ainda são desconhecidas.

cofre_banco_ok

Uma agência do Banco do Brasil foi assaltada na madrugada desta quinta-feira, 30, no centro de Jeremoabo, a 405 quilômetros de Salvador. Segundo a Polícia Militar, apenas um cofre que estava dentro da agência foi explodido na ação. A quadrilha, que ainda não foi localizada, planejou o assalto com detalhes. De acordo com a polícia, eles estacionaram carros em frente a delegacia, ao banco e na entrada da cidade, em uma tentativa de burlar o cerco policial, caso fossem surpreendidos por policiais. De acordo com A Tarde, um grupo com cerca de oito homens entrou na agência e foi direto para a sala onde fica o cofre do banco. Já os caixas eletrônicos – que estavam sem dinheiro – foram poupados pelos bandidos. A quantia levada pela quadrilha não foi divulgada. Logo após a ação, a polícia foi acionada e, ao chegar ao local, houve troca de tiros, mas ninguém saiu ferido. A polícia já abriu investigação sobre o caso e, até o momento, nenhum suspeito foi preso. Segundo o Centro Integrado de Inteligência de Segurança Pública, este ano foram registrados 140 ataques a banco no estado.

Foi preso em flagrante pelos policiais militares, Sargento Anunciação e o Cabo Barbosa na manhã de quinta-feira por volta das 03:00 hs em Dom Macedo Costa, Valnei Alves de Jesus, conhecido como Ney Paraíba, acusado de roubar fios elétricos.De acordo com a Polícia Ney é morador do Caminho 13, casa 19, na Urbis IV,S anto Antônio de Jesus.

Em depoimento à polícia ele informou que roubou merenda escolar do colégio do Santa Luzia em Dom Macedo. Com o acusado foi encontrado uma quantidade de fios e uma torquesa. Ainda de acordo com a Polícia ele já foi preso por roubo de fios três vezes em Maragogipe.

FONTE: INFOSAJ

Em parceria com a prefeitura municipal de Senhor do Bonfim, foi realizada pela PRF e PM, uma operação para apreensão de animais na área urbana da cidade, em ( 30/07 )  pela manhã. Muitos desses animais vão para as rodovias, frequentemente, podendo ocasionar acidentes de grandes proporções, com perdas irreparáveis, principalmente a vida humana.

No total, 11 animais foram apreendidos nos bairros Olaria e Carrapichel, e nas rodovias que margeiam Sr. do Bonfim, a maioria cavalos, que estão no curral da PRF em Sr. do Bonfim, e serão entregues aos proprietários mediante pagamento de taxas e multas impetradas pela prefeitura local. Lembrando que os proprietários desses animais ainda podem responder criminalmente por expor a vida ou a saúde de terceiros a perigo direto e iminente. 
 ATT:     Insp. Lopes Júnior - ASCOM - Del. 10/04 - Sr. do Bonfim - BA

Venho através deste fazer um denuncia contra o Senhor prefeito de Cansanção Ranufo Gomes e sua Secretaria de educação. Aqui nós temos um programa de formação a nível superior de pré- nome PAFOR. (Plataforma Freire). Programa este cedido pelos governo federal e estadual junto a UNEB: para qualificação de professores municipais que ainda não tem nível superior em pedagogia. Nós temos aqui em média 80 Professores necessitando ainda deste curso. 
E o senhor prefeito municipal recebeu da universidade do estado da Bahia um novo Documento autorizando a senhora secretaria fazer a divulgação de mais uma turma de 45 alunos para uma nova turma . Novas matriculas digo mais uma pois no ultimo mes saiu uma turma de 38 alunos professores que estão com Nível superior e terão um percentual no salário. Tendo em vista este percentual o senhor prefeito e sua secretaria

ENGAVETARAM O DOCUMENTO ALEGANDO NÃO TER INTERESSE NO PROGRAMA POIS SÓ LHE TRAZ PREJUÍZO E NÃO QUER FAZER ESTE REPASSE DO PERCENTUAL AOS PROFESSORES QUALIFICADOS. Agora lhe pergunto caro reporte que prejuízo é este se tudo é coberto com verba federal e estadual. já que a prefeitura só arca com hospedagem de professores que vão de fora. PERGUNTE AI POR FAVOR DESDE DE QUANDO EDUCAÇÃO NESTE PAIS É PREJUÍZO.Por:Lucas Silva

Policiais militares do Grupo Especial de Repressão a Roubos em Coletivos (Gercc) prenderam, na quarta-feira (29), José Carlos dos Santos, de 53 anos, em posse de um cartão falsificado da Agência Estadual de Regulação de Serviço Público de Energia, Transportes e Comunicação da Bahia (Agerba).
 
Segundo informações da polícia, o acusado foi preso durante intervenção a um ônibus da empresa BTU (Bahia Transportes Urbanos), na Paralela, quando teria se identificado como fiscal da agência. José Carlos foi conduzido à delegacia, onde foi lavrado o Auto de Prisão em Flagrante pelo delito de documentação falsificada, previsto no art. 304 do Código Penal. 
Fonte: Bocao News.

Um transmissor e cabos de uma rádio de Barra do Mendes, na região de Irecê, foram furtados. A suspeita do fato se deu depois que ouvintes da Mais FM 94,9 se surpreenderam na manhã desta quinta-feira (30) quando a rádio ficou fora do ar. Segundo o site Sertão Baiano, o caso foi confirmado pelo sócio da emissora, Zé Carlos Sodré, ex-prefeito de Barra do Mendes. Segundo a delegacia de Barra do Mendes, os equipamentos foram furtados em uma propriedade no povoado de Lagoa do Queimadão, a seis quilômetros da sede. Ainda segundo o site, o caso foi levado à 14ª Coordenadoria Regional de Polícia do Interior, em Irecê, pelo outro sócio da emissora, o publicitário Sylvio Lyra, que suspeita de “sabotagem”. Lyra informou que um novo transmissor será providenciado, com previsão de restabelecimento da rádio para esta sexta-feira (31). Fonte: Bahia Notícias.

O Ministro da Saúde, Arthur Chioro, disse na terça-feira (28) que o governo vai se esforçar ao máximo para derrubar a Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 451. Segundo ele, o texto favorece interesses econômicos contrários aos da maioria da sociedade brasileira. A PEC, que obriga empregadores a pagar planos de saúde a todos os empregados, é de autoria do presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha (PMDB-RJ) e está na Comissão de Constituição e Justiça. “Nós lutaremos como toda força para que a PEC 451, que faz um verdadeiro retrocesso em relação às conquistas que nós tivemos, ao afirmar que a saúde é um direito de todos e dever do Estado”, disse Chioro, durante a abertura do 11º Congresso Brasileiro de Saúde Coletiva, ontem (18). Ele ressaltou que o governo vai mobilizar todas as forças para que a proposta não passe na Câmara. O projeto de Cunha altera o Artigo 7º da Constituição Federal, obrigando os empregadores a pagar planos de saúde privados a todos funcionários, urbanos, rurais, domésticos ou não. Para justificar a proposta, o autor usa o artigo da constituição que diz que a saúde é direito de todos. Para Chioro, mesmo que o Artigo 196 da Constituição continue determinando que a saúde é direito de todos e dever do Estado, a aprovação do projeto leva a população a “perder a conquista que significou o sistema universal de saúde”

Empresa é um dos principais alvos de investigação da Operação Lava Jato

O engenheiro Fábio Andreani Gandolfo, diretor superintendente da Odebrecht, confirmou à Polícia Federal nesta terça-feira, 28, que o empresário Ricardo Pessoa, dono da UTC Engenharia, solicitou às empresas que fazem parte do consórcio Angramon, vencedor da licitação para a construção da Usina de Angra 3, contribuição para a o financiamento de campanha para o PMDB. O Consórcio Angramon é formado pelas empresas Camargo Correa, UTC Engenharia, Odebrecht, Andrade Gutierrez, Queiroz Galvão, Techin e EBE. Ricardo Pessoa é apontado como líder do grupo de empresas acusadas formação de cartel para fraudar licitações junto à Petrobras e Eletronuclear. Segundo Gandolfo, o pedido para que as empresas fizessem doações ao PMDB foi feito durante reunião em agosto de 2014. “Também fora solicitado por Ricardo Ribeiro Pessoa que as empresas fizessem contribuição para o financiamento da campanha eleitoral do PMDB”, afirmou em depoimento o engenheiro. Segundo ele, a Odebrecht foi contra a proposta. O pedido de Pessoa para que empreiteiras fizessem doações ao PMDB já havia sido citado em delação premiada pelo empreiteiro Dalton Avancini, ex-presidente da Camargo Corrêa Construções e Participações. No início de 2015, Avancini, revelou a existência de cartel nas contratações e pagamentos relativos às obras da usina Angra 3. Foi a partir do depoimento dele que a força-tarefa da Lava Jato abriu uma nova frente de investigação, desta vez no setor elétrico. Gandolfo foi um dos conduzidos coercitivamente pela Polícia Federal nesta terça-feira, 28, durante a 16ª fase da Operação Lava Jato. Nesta fase, a força tarefa investiga o pagamento de propinas a agentes públicos ligados à Eletronuclear por empreiteiras já investigadas pelas mesma irregularidades em contratos com a Petrobras. Na operação desta terça, duas pessoas foram presas temporariamente: o presidente da Eletronuclear, almirante reformado Othon Luiz Pinheiro da Silva, e o presidente da Andrade Gutierrez Energia, Flávio Barra.

Estadão Conteúdo

Bahia registra mais de 94 mil casos de dengue, zika e chikungunya até julho
Foto: Reprodução
Até o fim de julho deste ano, a Bahia registrou 94.723 casos suspeitos de dengue, chikungunya e zika, conforme boletim divulgado pela Secretaria de Saúde do Estado nesta quarta-feira (29). O boletim aponta que deste montante, 50.896 das suspeitas são de dengue. As notificações de zika vem na sequência: foram 34.518 casos. Segundo informações do portal G1, a pasta ainda verificou 9.312 ocorrências de chikungunya. Das 417 cidades do estado, 371 apresentaram casos de dengue registrados pela Vigilância Epidemiológica. Lideram as ocorrências Itabuna (5.817), seguida de Ilhéus (5.106), Salvador (3.662), Luis Eduardo Magalhães (2.523), Feira de Santana (2.075), Jequié (1.963), Simões Filho (1.598), Arací (1.177), Serrinha (1.000) e Barra (953). Juntos, esses municípios concentram 50,84% dos casos. Dos casos confirmados na Bahia, 12 receberam sinal de alarme e 19 foram registrados como graves. Nove pessoas morreram da doença. Em relação à chikungunya, as cidades com maior incidência da doença são: Feira de Santana, Riachão do Jacuípe, Baixa Grande, Ribeira do Pombal, Amélia Rodrigues, Valente, Camaçari, Salvador, Simões Filho, Capela do Alto Alegre, Ipirá, Nova Fátima e Pé de Serra. A Sesab também investiga casos em Cansanção, Gavião, Lauro de Freitas, Pintadas, Serrinha, Ichu, Retirolândia, Santaluz, Una, Banzaê, Cruz das Almas, Mata de São João e Ponto Novo. A zika ocorreu em 199 cidades, com destaque para Salvador (44,16%), Camaçarí (15,90%), Jequié (3,63%) e Porto Seguro (3,11%), com 82% dos casos. Segundo a Sesab, das 34.518 notificações da doença, a maioria dos casos foi observada em pessoas na faixa etária entre 20 e 39 anos. Até o dia 23 de julho ainda foram registrados 115 casos da Síndrome de Guillan-Barré, relacionada a pacientes de zika. Do total, 53 foram confirmadas, 24 foram descartadas e 32 ainda são investigados.
Os avanços do programa estadual Pacto pela Vida foram apresentados, nesta terça-feira (28), em seminário temático no auditório da Assembleia Legislativa da Bahia (Alba), no Centro Administrativo (CAB), em Salvador. O secretário da Segurança Pública, Maurício Barbosa, e o coordenador do Pacto pela Vida, Cezar Lisboa, fizeram palestras para a turma de especialização de policiais militares e alunos do Curso de Oficiais da PM. 
 
Desde a criação do Pacto pela Vida, em 2011, o Estado formou aproximadamente 15 mil policiais e capacitou outros 55 mil. Com investimento superior a R$ 85 milhões, o governo reforçou o enfrentamento à violência adquirindo três aeronaves, 3.592 viaturas, e criando delegacias, como a de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), e 11 Centros Integrados de Comunicação (Cicom). Um dos destaques apresentados no seminário foi a redução dos crimes nas áreas de cobertura das 17 bases comunitárias de segurança. 
 
Segundo Maurício Barbosa, no primeiro semestre de 2015, houve redução de 10% e 13% no índice de violência, em Salvador e na região metropolitana (RMS), em relação ao igual período do ano passado. “Tivemos muito sucesso com a implantação das bases comunitárias. São desenvolvidas muitas ações de inteligência que, em números, estão se mostrando eficientes”. 
 
Calabar
 
Ele citou o exemplo da Base Comunitária de Segurança do Calabar, onde nos últimos quatro anos ocorreram dois homicídios. “O dado é visto como uma melhora [uma vez] que no local a média era de 15 homicídios por ano. No Bairro da Paz, um lugar considerado violento, no último ano, nenhum homicídio foi registrado”, pontuou. 
 
Das 17 bases comunitárias instaladas, dez estão em Salvador, duas na RMS e outras cinco no interior. Em todas as unidades, o policiamento comunitário é uma iniciativa voltada para maior aproximação entre a polícia e a comunidade, o que tem resultando na diminuição do número de ocorrências. Aulas de música e de dança, estímulo à prática de esportes, são algumas das ações desenvolvidas pelas equipes de policiais nas unidades.
 
“O enfrentamento à violência é necessário e, nas bases comunitárias, ele não é feito apenas com as rondas. Lá a polícia educa e promove oportunidades para os moradores. A presença do policial em determinadas áreas garante a redução dos índices [de violência] e, sem dúvida, a sensação de segurança”, afirma o coordenador do Programa Pacto pela Vida, Cezar Lisboa.
 
Diário da Chapada - 
A delegada Carmen Dolores, titular da 14ª Delegacia Territorial (DT), da Barra, apresentou à imprensa, na manhã desta terça-feira (28), os acusados de assalto Marcos Nascimento Santos, o “Cazuza”, de 37 anos, e João Carlos Pereira Matos Júnior, o “Independente”, 27, que de acordo com a polícia, atacavam pedestres de preferência mulheres, utilizando o próprio carro para intimidá-los.
 
A bordo de um Fiat Uno Way, placa OEN - 9577, de Sergipe, eles vão acompanhando o movimento de pessoas nas calçadas, escolhem uma vítima, estacionam repentinamente do lado e um deles desembarca com faca na mão, pegando bolsas, celulares e carteiras. Foi assim que levaram todos os pertences de duas mulheres, ontem, no bairro da Graça.
 
Mesmo assustadas, as mulheres acionaram uma guarnição da PM, que empreendeu perseguição pelo bairro até que, na Barra, numa barreira feita pela Guarda Municipal, na Avenida Oceânica, o veículo foi interceptado. A dupla foi presa e conduzida à unidade policial, onde as mulheres, além de terem seus pertences devolvidos, prestaram depoimento e reconheceram os ladrões.
 
A delegada Carmem Dolores informou que, pela descrição fornecida por vítimas que registraram queixas de roubos parecidos em outras unidades, a dupla já vinha praticando esse tipo de roubo há algumas semanas, especialmente nas regiões do mercado de São Joaquim e Pituba. A delegada acredita que, depois desta prisão, outras vítimas buscarão a DT/Barra.
 
“Cazuza”, que já tem passagem por homicídio, e “Independente” confirmaram o roubo às duas mulheres. Moradores do Retiro e Camaçari, respectivamente, foram autuados por roubo e encaminhados ao Núcleo de Prisão em Flagrante (NPF) da Justiça, no Complexo Penitenciário da Mata Escura. A polícia procura localizar o proprietário do Uno Way e esclarecer porque o veículo se encontrava nas mãos de ladrões. Acorda cidade.

DSCF1371O Grupamento Aéreo da Polícia Militar da Bahia esteve em Cansanção na tarde desta quarta-feira (29), realizando operação de rotina. A Polícia Militar da Bahia visando reforçar as ações de segurança pública designou um Grupamento Aéreo da Polícia Militar da Bahia (GRAer/BA) para atuar 24 horas por dia em Cansanção e demais municípios da região colocando em prática um nova estratégia de combate à criminalidade.

Segundo o Major Reinaldo, Comandante da Graer. O objetivo da unidade aérea é intensificar o policiamento ostensivo ininterruptamente. “Possuímos uma aeronave moderna capaz de cobrir toda a região, não teremos sede fixa, onde a polícia local precisar do apoio aéreo estaremos a disposição, vamos trabalhar para reduzir os índices de criminalidade e aumentar a segurança da população” destacou.

A previsão inicial de permanência da aeronave na região é de 1 mês com a perspectiva da operação ser ampliada. O Capitão Eliotério Peixinho, ex-comandante da 4ª Companhia de Polícia Militar de Cansanção, também participou da operação.

Presidente da empresa, Marcelo Odebrecht, é um dos acusados pelo MPF. Grupo responderá por crimes como corrupção, investigados na Lava Jato.

A Justiça Federal aceitou, nesta terça-feira (28), a denúncia do Ministério Público Federal (MPF) contra o presidente da Odebrecht S.A., Marcelo Odebrecht, e outras 12 pessoas investigadas naOperação Lava Jato

O grupo foi denunciado pelo MPF na sexta-feira (24). Com o recebimento da denúncia pela Justiça, a partir de agora eles são réus na ação penal que vai apurar os supostos crimes cometidos por eles, como organização criminosa, corrupção ativa, corrupção passiva, lavagem de dinheiro nacional e internacional.

Segundo a denúncia, os envolvidos participariam de um esquema de corrupção na Petrobras. Entre os denunciados, também aparecem o doleiro Alberto Youssef e ex-diretores da estatal.

Provas
No despacho em que aceita a denúncia, o juiz federal Sérgio Moro considerou que as provas apresentadas pelo MPF até o momento justificam a abertura do procedimento contra os acusados.

"Portanto, há, em cognição sumária, provas documentais significativas da materilidade dos crimes, não sendo possível afirmar que a denúncia sustenta-se apenas na declaração de criminosos colaboradores", pontuou o magistrado.

Marcelo Odebrecht preso pela Lava Jato (Foto: Cassiano Rosário/Futura Press/Estadão Conteúdo)Marcelo Odebrecht está preso no Paraná desde junho
(Foto: Cassiano Rosário/Futura Press/
Estadão Conteúdo)

Lista dos denunciados: 
- Alberto Youssef, doleiro: corrupção passiva qualificada, lavagem de capitais
- Alexandrino de Salles Ramos de Alencar, ex-diretor da Odebrecht: organização criminosa, corrupção ativa, lavagem de capitais
- Bernardo Schiller Freiburghaus, suspeito de lavar dinheiro de propina da Odebrecht: organização criminosa, lavagem de capitais
- Celso Araripe d'Oliveira, funcionário da Petrobras: corrupção passiva qualificada, lavagem de capitais
- Cesar Ramos Rocha, ex-diretor da Odebrecht: organização criminosa, corrupção ativa, lavagem de capitais
- Eduardo de Oliveira Freitas Filho, sócio-gerente da empreiteira Freitas Filho Construções Limitada: lavagem de capitais
- Marcelo Bahia Odebrecht, presidente da Odebrecht S.A: organização criminosa, corrupção ativa, lavagem de capitais
- Márcio Faria da Silva, ex-diretor da Odebrecht: organização criminosa, corrupção ativa, lavagem de capitais
- Paulo Roberto Costa, ex-diretor de Abastecimento da Petrobras: corrupção passiva qualificada, lavagem de capitais
- Paulo Sérgio Boghossian, ex-diretor da Odebrecht: organização criminosa, corrupção ativa, lavagem de capitais
- Pedro José Barusco Filho, ex-gerente de Serviços da Petrobras: corrupção passiva qualificada, lavagem de capitais
- Renato de Souza Duque, ex-diretor de Serviços da Petrobras: corrupção passiva qualificada, lavagem de capitais
- Rogério Santos de Araújo, ex-diretor da Odebrecht: organização criminosa, corrupção ativa, lavagem de capitais

Outro lado
Em nota, a Odebrecht informou que vai se pronunciar apenas no processo judicial. “O recebimento da denúncia pela Justiça representa o marco zero do trabalho das defesas. Com isso, as manifestações das defesas se darão nos autos dos processos", disse a empresa.

Lavagem de dinheiro
Para o MPF, a Odebrecht montou uma sofisticada rede de lavagem de dinheiro. Com isso, a companhia pôde pagar propinas a executivos da Petrobras para fechar contratos com a estatal.

As denúncias partiram de depoimentos de ex-funcionários da Petrobras, como o ex-diretor de Abastecimento, Paulo Roberto Costa, que firmou um acordo de delação premiada com a Justiça e detalhou o funcionamento do esquema.

A Odebrecht é uma entre as várias empresas investigadas no âmbito da Operação Lava Jato, deflagrada em março de 2014 e que tem apurado desvios de dinheiro da Petrobras.

A 14ª fase da operação, deflagrada em junho deste ano, culminou na prisão de Marcelo Odebrecht e de outros executivos ligados à empresa. Atualmente, apenas Marcelo, filho do fundador da companhia, tem vínculo direto com a empreiteira. Os demais réus já foram desligados da empresa.

Procurada pelo G1, a Odebrecht informou que deve se posicionar sobre o recebimento da denúncia posteriormente.

Esquemas
Em entrevista coletiva na sexta-feira (24), em Curitiba, o procurador Deltan Dallagnol disse que são 13 denunciados de cada empresa.

Um dos esquemas envolvendo a Odebrecht ocorreu na construção do Centro Administrativo da Petrobras em Vitória, no Espírito Santo.

Outro envolveu a Braskem, empresa do grupo Odebrecht, em um contrato com a Petrobras para compra de nafta, que teria dado um prejuízo de R$ 6 bilhões à estatal petroleira.

Nesta transação, o ex-diretor da Petrobras Paulo Roberto Costa teria recebido propinas de R$ 5 milhões por ano e passado parte do dinheiro para o ex-deputado José Janene (PP), já falecido, e depois ao próprio Partido Progressista, afirmou o procurador.

De acordo com o MPF e a Polícia Federal, a Odebrecht e a Andrade Gutierrez formavam um cartel para fraudar licitações da Petrobras, obtendo preços favoráveis e, com isso, lucros extraordinários. Parte desse lucro excedente era usada para pagar propina a agentes públicos e partidos políticos, conforme os procuradores.

Contas no exterior
Segundo Dallagnol, documentação obtida nas investigações mostra que a Odebrecht e denunciados no esquema tinham contas e valores em empresas offshore, fora do país.

Uma investigação das autoridades suíças apontou que empresas do Grupo Odebrecht utilizaram contas bancárias naquele país para pagar propina a ex-diretores da Petrobras.

G1

Foto: Divulgação

Ministro da Fazenda, Joaquim Levy

No mesmo dia em que a agência de classificação de risco Standard & Poor’s (S&P) revisou para baixo a perspectiva da nota do Brasil, o Ministério da Fazenda emitiu nota em que reafirma o compromisso com o ajuste fiscal. O texto da nota destaca o corte adicional de R$ 8,6 bilhões no Orçamento e menciona medidas recentes para reforçar a arrecadação, como o programa de negociação de dívidas de empresas com a União, as concessões de projetos de infraestrutura e a abertura de capital (lançamento de ações na bolsa) do Instituto de Resseguros do Brasil e da Caixa Seguros. De acordo com o comunicado, o ajuste permitirá a retomada do equilíbrio da economia brasileira no médio prazo. “O esforço fiscal é essencial para equilibrar a economia brasileira em um ambiente global de incerteza e, junto com iniciativas microeconômicas, aumentar a produtividade do país, criando as condições para a retomada do crescimento na esteira do fim do boom [crescimento] das commodities”, destaca o texto, sem mencionar a decisão da S&P. Apesar da diminuição da meta de superávit primário – economia para pagar os juros da dívida pública – para 0,15% do Produto Interno Bruto (PIB, soma das riquezas produzidas no país), a Fazenda salientou que as despesas discricionárias – não obrigatórias – deverão ficar R$ 34 bilhões abaixo dos valores gastos em 2014 após o corte adicional no orçamento. Embora o Congresso Nacional tenha diminuído o impacto de medidas de ajuste fiscal, como as restrições ao seguro desemprego e ao abono salarial, a nota oficial diz que os parlamentares estão colaborando com a consolidação fiscal. “Esse esforço fiscal tem-se beneficiado da cooperação com o Congresso Nacional, que votou importantes leis relativas ao seguro desemprego e pensões, e contempla outras propostas do governo, notadamente a de redução da despesa do Tesouro Nacional associada ao não pagamento das contribuições patronais por firmas de setores atualmente desonerados dessa obrigação”, informa o texto. 

Wellton Máximo, Agência Brasil

Foto: Divulgação

Ex-diretor da Petrobras Renato Duque

A Comissão de Ética Pública da Presidência da República decidiu aplicar censura ética ao ex-diretor da Petrobras Renato Duque, por sua conduta à frente da diretoria da estatal, em um processo instaurado após a deflagração da Operação Lava Jato, que investiga fraudes e pagamento de propinas em contratos da empresa. Na mesma reunião, ocorrida ontem (28), no Palácio do Planalto, o colegiado opinou pela inexistência de infração ética, por parte do ex-ministro da Secretaria de Comunicação Social da Presidência, Thomas Traumann, após o vazamento de um documento interno da Secom. Reunidos, os membros da comissão decidiram apenar censura ética ao ex-diretor da Petrobras, após evidenciarem “desvio da conduta exigida do investigado enquanto titular” da diretoria. Segundo o relator do colegiado, Horácio Senna Pires, Duque transgrediu os “cânones da ética administrativa”. O processo investigativo foi aberto em novembro do ano passado, após a prisão do ex-dirigente da estatal, citando notícias da imprensa que o apontavam como suposto beneficiário de propinas pagas por empresas contratadas pela estatal, com vultosos valores transferidos para bancos, inclusive estrangeiros, que lhe proporcionaram sensível aumento de patrimônio. Já o procedimento sobre o ex-ministro da Secom foi instaurado após o jornal O Estado de S.Paulo revelar o vazamento de uma publicação interna do Palácio do Planalto, que avaliava a comunicação do governo como “errática”. A Comissão de Ética Pública concordou com o relator quanto à “inexistência de infração ética por parte da ex-autoridade denunciada”. 

Paulo Victor Chagas, Agência Brasil

Ministro-chefe da Secretaria-Geral da Presidência, Miguel Rossetto

O ministro-chefe da Secretaria-Geral da Presidência, Miguel Rossetto, disse acreditar que o Brasil vai sair da situação de dificuldade econômica atual. Ao ser perguntado sobre a revisão da perspectiva de nota do país para negativa, divulgada ontem (28) pela agência de classificação de risco Standard & Poor’s, ele declarou que o país tem uma economia forte, “uma das maiores economias do mundo”. “Já vivemos situações melhores, piores, situações onde a economia brasileira flutua. Vamos sair, sim, dessas situações de dificuldade, mais fortes, mais vigorosos, preservando um ritmo de crescimento econômico, e geração de emprego e trabalho”, afirmou o ministro, após participar do lançamento do site Dialoga Brasil, ao lado da presidenta Dilma Rousseff. Rossetto disse ainda que o governo não está preocupado com as manifestações que estão programadas para o dia 16 de agosto contra o governo federal. “Não estamos preocupados, as manifestações favoráveis, as manifestações críticas, fazem parte de um processo democrático brasileiro”.

Paulo Victor Chagas, Agência Brasil

Pagina 1 de 297